Notícias

Sindaport rejeita segunda proposta apresentada pela SPA

Fonte: AssCom Sindaport
 
Em mais uma rodada de negociação com a SPA, o SINDAPORT mais uma vez informou que a proposta apresentada não atende as necessidades da categoria.
 
Em reunião na tarde de quinta-feira, 12 de maio, a empresa apresentou: reajuste salarial de 60% do IPCA sendo 7,28%; adicional de hora-extra de 85%; adicional de férias 1/3 (o de Lei) e fim da cláusula de cinco folgas abonadas.
 
“O SINDAPORT entende que essa proposta não atende as nossas necessidades e isso foi exposto durante a reunião. Documento oficial também foi enviado à diretoria da empresa relatando a nossa posição. Agora, vamos aguardar nova convocação para mais uma reunião de negociação da Campanha Salarial 2022”, informa o presidente do SINDICATO, Everandy Cirino dos Santos.
 
Primeira proposta
 
Na primeira reunião de negociação realizada no dia 28 de abril, a empresa apresentou reajuste salarial muito abaixo do índice de inflação do período (5,65%), redução de conquistas (adicionais de hora extra e de férias) e exclusão de cláusula do acordo (aprimoramento funcional). A proposta foi rejeitada pela diretoria do SINDAPORT.
 
A empresa tem até o dia 20 de maio para negociar com o SINDICATO. Caso contrário, o SINDAPORT vai convocar assembleia e partir para o dissídio coletivo.
 



Imprimir Indicar Comentar

Comentários (2)

luiz ricardo garcia dos santos
Data: 17/05/2022 - 14h39
estamos voltando aos tempos ditatoriais em que a retirada de conquistas trabalhista era constante, e motivo da indignação dos trabalhadores através das greves.
victor
Data: 16/05/2022 - 08h43
piada essa "proposta". A empresa muito bem financeiramente arrojando o trabalhador. Querem tirar até as clausulas dos trabalhadores, enquanto os comissionados que vivem no fantástico mundo de Bob nunca fizeram uma "dispensa" no ponto.


Compartilhe



Voltar