Notícias

Assembleia presencial, nesta terça, discute Campanha Salarial 2021/2022

Fonte: AssCom Sindaport



Nesta terça-feira, às 20 horas, o SINDAPORT promove assembleia presencial com os trabalhadores da Autoridade Portuária de Santos (SPA). Em pauta, a apresentação da proposta salarial oferecida pela empresa e a contraproposta do SINDICATO.
 
“Mesmo com a pandemia, o Porto de Santos tem registrado consecutivos recordes de movimentação. No entanto, a empresa quer retirar benefícios históricos dos trabalhadores e dar um aumento salarial bem abaixo da inflação”, afirma o presidente do SINDAPORT, Everandy Cirino dos Santos.
 
A SPA ofereceu como reajuste salarial índice menor do que a metade do índice oficial da inflação do período. “A empresa teve a capacidade de oferecer 3%, sendo que a inflação do período foi de 7%. Não podemos aceitar isso”.
 
Segundo o SINDICATO, a empresa quer acabar com o pagamento da complementação de aposentadoria, que é fruto de acordo firmado em 04 de outubro de 1963, entre o Governo Federal e a Federação Nacional dos Portuários. Recebem complementação os empregados admitidos até 06 de junho de 1965.
 
“Enquanto o porto acumula recordes, a SPA quer acabar com um direito do trabalhador conquistado há mais de 50 anos”. O Porto de Santos registrou recorde de movimentação no primeiro trimestre deste ano. Foram 35,3 milhões de toneladas operadas, 11,1% acima do verificado no mesmo período de 2020. 
 
A Autoridade Portuária quer: 
 
1 - reduzir o pagamento das horas extraordinária de 100% para 75%;
 
2 – reduzir o abono de férias de 50% para o limite legal (1/3);
 
3 – acabar com a complementação de aposentadoria
 
“Mais um ano os trabalhadores vão ficar sem o PLR porque a empresa afirma que para pagar esse benefício é preciso ter três anos consecutivos de lucro. Nós já apresentamos nossa contraproposta. Se preciso for, vamos instaurar dissídio coletivo e partir para a paralisação”, ressalta. 
 
Na contraproposta do SINDAPORT consta: 
 
1 - Reconhecimento da Data-Base da categoria em 01/06;
 
2 - Manutenção na íntegra das cláusulas do atual ACT;
 
3 - Reajuste de 7.45%, período de 01/06/20 a 31/05/21;
 
4 - Recuperação da inflação, período de 01/06/2019 a 31/05/2020, não aplicado no acordo vigente.
 
O SINDICATO aguarda que até o dia 28 de maio a empresa garanta a data-base da categoria.
 
A diretoria do SINDAPORT aguarda a participação da categoria na assembleia. Lembrando que todos os procedimentos de segurança de prevenção à covid serão seguidos: uso de máscara, disponibilização de álcool em gel e distanciamento social.
 



Imprimir Indicar Comentar

Comentários (0)



Compartilhe



Voltar